03 fevereiro 2015
Título: A Fera Interior
Autor: Irmãos Hammer
Editora: Vestígio (2013 - 448 páginas)
Skoob --> 3/5

“A Fera interior” é o primeiro livro da série do detetive Konrad Simonsen, de autoria dos irmãos Hammer.
Antes de começar, quero informar que algumas coisas escritas aqui podem parecer spoiler, mas não são. Está tudo na sinopse do livro.


Cinco corpos nus e mutilados são encontrados pendurados no ginásio de uma escola, e a policia dinamarquesa chama o rabugento, mas super competente detetive Konrad para investigar aquela cena grotesca.
Durante a procura de “quem fez isso?” e “quem são eles?”, Konrad acaba descobrindo o que eles fizeram para terem um fim tão horrível. Os cinco corpos são de pedófilos mortos pela justiça do povo!
A mídia enlouquece! Pressionam todos os envolvidos, especulam tanto, e acabam divulgando coisas confidenciais que atrapalham na busca do responsável, pois, mesmo sendo pedófilos, aquilo é um assassinato. E de acordo com a lei do homem, o culpado deve ser punido.

Quando li a sinopse fiquei bastante empolgada. Adoro livros de investigação! São muito dinâmicos. As ações da policia e do bandido tem que ser rápidas, pois um tenta sempre estar um passo a frente do outro. Maaas... Infelizmente não encontrei toda essa agilidade nesse livro.
Os autores colocaram muitos personagens e muitas vezes eu fiquei perdida em meio tanta gente! A maioria das cenas também foi um problema no inicio. Eles começavam a falar de uma coisa e de repente alguém fazia um comentário sarcástico e o assunto mudava. Fora os detalhes desnecessários... 

O tema em si foi bem escolhido. Pedófilos mortos pela população. Isso deixa alguns leitores meio desnorteados. Sem saber o que pensar.
Eles violentaram criancinhas! Devem morrer!
Mas será que é certo tirar a vida de um ser humano? Derramar o sangue deles não vai me fazer sentir melhor... Ou vai?!
Essas são as perguntas que se passam durante a leitura. Os motivos, os meios...
Sou a favor da pena de morte nesses casos! Mas pelas mãos do governo, não da população. Isso só gera mais violência e revolta.

Infelizmente não foi a leitura que eu esperava.  Acho que se não informassem na sinopse que os mortos são pedófilos a história seria até mais interessante, pois o leitor ficaria ainda mais tenso quando descobrisse o que eles fizeram para estar naquela situação!
O livro é narrado em terceira pessoa, na maioria das vezes pela visão do detetive Konrad. A capa apesar de simples é meio tenebrosa e foi o que me chamou a atenção para esse livro. A diagramação é bem simples. A fonte tem um bom tamanho no papel acinzentado.

Recomendo a leitura para quem gosta de um escândalo. Pois é nisso que a mídia ira transformar as investigações de nosso detetive escandinavo.

Comentários
17 Comentários

17 comentários:

  1. concordo quando você diz que deviam ter mantido a informação sobre as vitimas serem pedófilos em segredo, pra fazer um mistério
    mas se já é revelada na sinopse perde um pouco a graça. ,não é o meu tipo de livro ainda mais que você disse que é meio pardado.
    adorei o visual do blog , parabéns.

    BEIJOSssssss....
    http://sonhosdeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu sou da filosofia do 'menos é mais' e quanto menos informação sobre as vítimas, no caso desse livro, mas a gente quer entender porque de estarem sendo mortos...... também adoro livros de suspense, eu meio que acompanho os detetives e quero estar a um passo na frene do autor, como se isso fosse capaz. Mas pelo o que vc disse, não acontecerá isso, e fiquei meio triste, rsrsrsrsrs. Se o livro cair em minhas mãos talvez eu lai para ter minha impressões, mas não fiquei com vontade de comprar. bjs
    Eykler
    www.amorascompimenta.com

    ResponderExcluir
  3. Você tem toda a razão Gi, livros de investigação você tem que descobrir as coisas aos poucos.
    Adoro livros que do nada eu paro com aquela cara de "meu Deussss, eu preciso ler mais que isso aqui tá uma loucura"... E quando o autor fuzila mta informação já na largada esse encanto acaba...
    Mas é uma boa dica. Nesses tempos em que vemos tantos casos do povo se erguendo crentes de estarem investidos do poder de justiceiros, vem bem a calhar.... Sou radicalmente contra a pena de morte e amo livros que confrontem nossas ideias e crenças...

    Bjo.. Ótima semana pra vc!
    www.escritaseleituras.weebly.com

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Concordo com você, acho que deveria deixar o fato deles serem pedófilos como um segredo que seria revelado mais no fim.
    Quanto a questão debatida no livro, acho que "os fins, justificam os meios".
    bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Gi!
    Eu gostei do tema e do gênero do livro, mas não me atraiu a maneira como os autores o desenvolveram. Uma pena que revelações ocorrem precocemente, porque isso desencanta. Apesar disso, gera uma polêmica questão que muitos sequer pensam a respeito: a pena de morte, a justiça legal e a justiça do povo. Próximo da minha cidade, houve uma série de assassinatos de traficantes (desde os maiores até os menores). O assassino matava de modo muito violento, como uma vingança. Corriam boatos de que seria um pai atormentado pela morte do filho, usuário de drogas que devia dinheiro. Nada fizeram para impedir. Entre uma morte e outra, vizinhos sabiam que "naquela casa" havia um traficante e seria questão de tempo até que fosse morto. O entendimento popular foi de que "mereciam". Notamos até que a polícia nem se esforçava para descobrir o assassino. Mais de 30 mortes aconteceram, limparam a cidade e não é que aumentou a segurança? Isso dá o que pensar sobre como funciona a nossa justiça.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Mesmo falando que eram pedófilos eu continuei interessada pelo livro, claro que o suspense seria maior e tal, mas eu gosto muito de livros de investigação, assim como filmes, o que me deixou meio sem vontade de ler são os detalhes excessivos, mas quando tiver oportunidade quero dar uma olhadinha no livro rs bjos
    CarolMello.com

    ResponderExcluir
  7. Oiee, tudo bem? Achei a capa do livro bem sombria e a história interessante, mas não seria um livro que eu leria, não gosto de livros com a premissa de investigação e essas coisas parecidas, foi uma pena que o livro não era aquilo que vc esperava, mas isso as vezes acontece com todo mundo rsrs, mesmo não tendo interesse em ler o livro adorei sua resenha rs, Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Nunca fui de ler livros de detetives e coisas do tipo, mas ultimamente venho gostando cada vez mais desse gênero, mas não sei se leria esse livro. Sou bem lerda, então se você ficou confusa eu provavelmente vou enlouquecer...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    Eu gostei da premissa do livro, mas vou admitir que fiquei meio desanimada quando você disse que a leitura não fluiu tão bem e que o autor poderia ter feito algumas revelação mais ao final do livro, mas por via das duvidas eu anotei o nome do livro e pode ser que um dia eu o leia.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Assim quando olhei a capa já pensei, parece ser bom, mas não é tão bom assim.
    Ai ao ler sua resenha vi que não me enganei. Acho que não vou ler não!
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Mesmo você não tendo gostado muito em certas partes eu me senti curioso quanto ao livro, achei o mistério interessante e espero futuramente poder ler o livro
    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  13. Eita que essa sinopse matou o livro em? Parece um livro que li a pouco tempo...amo livros no gênero thriller policial e esse havia me chamado a atenção no domingo quando entrei no site da editora.

    Esse é um assunto que sempre vejo na TV em jornais, o povo querendo fazer justiça com as próprias mãos quando se trata de um pedófilo, e sinceramente eu como mãe entendo.Tenho certeza que faria a mesma coisa que essas pessoas fizeram,um filho é um pedaço da gente e ninguém deve machucá-los, eu não aceitaria isso e nem o pai deles.

    Enfim,acho que não leria o livro não, apesar de gostar do gênero, uma por causa do tema descrito que eu sei que mexeria muitíssimo comigo e outra pela sinopse ter sido tão clara entregando o jogo.

    bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?

    Bom, eu não sei se leria o livro. Por vários pontos. Eu não gosto muito quando o livro me deixa desconfortável, o tema e a temática em si, já me deixa assim. Leitura para mim, é pra ser confortável!
    Eu acho que dilemas morais também são complicados, ainda mais em ficção.
    Então dessa vez eu vou passar o livro!
    ;)

    Beijos
    Silêncio Que Eu To Lendo

    ResponderExcluir
  15. Olá ^^
    Eu ainda não conhecia o livro, mas apesar de terem revelado coisa demais na sinopse, eu ainda me senti motivada a lê-lo.
    A temática me atrai, mas calma, eu não sou nenhuma louca, apenas me interesso por assuntos que sejam impactantes, pois são destes que eu nunca esqueço.

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Olá Gi!
    Não gostei da capa do livro e a história não me interessou.
    Não é o tipo de gênero que costumo ler. Mas sua resenha está ótima.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Detesto sinopse que fala demais sobre o livro! E concordo com você, que se a informação deles serem pedófilos fosse mantida, aí seria mais envolvente.
    Uma pena, pois o enredo tinha tudo para ser bom :/

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir

Gostou?! Comenta aiii!!!
E deixe seu link pra eu te visitar hein!!!
Beijokinhaaaa!!!

Gi, a estranha!

Prateleira de Fotos

Edição Especial - 7 Anos

Viajando...

Editoras Parceiras

Estranhices No Twitter

Estranhices no Instagram

Instagram

Beleza Nerd

Participo!

Todo Mundo Gostou!

Tecnologia do Blogger.

Encontre no Blog

Publicidade