10 janeiro 2012




Alguns dos Imortais da literatura brasileira começaram a morrer misteriosamente! E o detetive Machado Machado (É Machado 2x mesmo!) junto com sua namorada Galatea e seu amigo, o divertido legista Penna Monteiro começam uma investigação que os levará a vários suspeitos um tanto diferentes.... Belas (E promiscuas) mulheres, um "sofisticado" ladrão de tumbas, homens poderosos, e até (porque não?!) os próprios imortais!






As únicas pistas que os amigos tem, são a de que estão procurando um envenenador, pois todos o imortais morreram da mesma maneira: com a língua preta e inchada, e com todos os seus orgão internos se desfazendo rapidamente.
E um curioso bilhete com as escritas "Brás Duarte" recortadas letra por letra de revistas e enfeitada com um passarinho desconhecido...


Em diversos trechos existem frases em francês e latim, mas que não atrapalham a leitura... Existem também vários símbolos e imagens que são bem curiosos!!!


Nomes de figuras importantes aparecem na história, como Olavo Bilac e Machado de Assis (Taí o nome duplicado do detetive! O motivo: O pai de Machado Machado é fã de carteirinha do Machado de Assis...)
A única coisa que não gostei, é quando o autor começa a explicar muito a fundo sobre algum assunto (Que é até relacionado com o tema) e quando voltava para a história acabava me deixando um pouco perdida...
Uma ponto que gostei muito foi o de a história se passar nos anos 20 lá no RJ! A descrição das roupas, festas e costumes daquela época são maravilhosos! Fora que a gosto muito quando um autor nacional usa o Brasil como cenário.
A capa é simples mas chama atenção em meio ao mundéu de livros na minha estante!
Uma curiosidade é a de que o primeiro Imortal a falecer entrou para a academia justamente pela publicação do livro "Assassinato na Academia Brasileira de Letras" [Cuidado Jô!].
Outra coisa legal, são as manchetes do jornal "O Paiz" (assim com z mesmo) com a escrita daquela época mesmo!

O Livro é  muito Bom!
Mas gostei mais de "O Xangô da Baker Street"!
Estou ansiosa para ler "As Esganadas"!


: : FICHA TÉCNICA : :
Assassinatos na Academia Brasileira de Letras - Jô Soares
Companhia das Letras, 1a. edição, 2005
252 páginas

Booom
O que acharam?
Me diga como seus pais escolheram seu nome!
E se tivessem feito como o Pai de Machado Machado, homenageando uma celebridade, como você se chamaria?



Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Oi Anny!
    Eu ainda não li esse livro, mas tive que rir com o nome Machado Machado.rs Ainda bem que a minha mãe não teve nenhum ideia louca dessas, mas do jeito que ela adora Clarice Lispector tenho quase certeza que esse seria o meu nome escolhido por ela.
    Adorei conhecer o blog e já estou seguindo!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita Dé!

      Machado Machado ficou engraçado mesmo!!
      Vc achou ruim Clarice Lispector??
      Minha mãe ia me chamar de Gigliola --'
      É uma atriz Italiana que fez o filme Dio Como te Amo!
      kkkkkk
      Imagina... Que nome horrivel!!!

      Excluir
  2. Oi Anny!!
    Gostei da sua resenha! Queria muito ler esse livro. Do Jô só li O Xangô de Baker Street, que achei super engraçado!
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Soraaa!!
      Que bom que gostou!

      O Xangô foi o melhor mesmo!!!
      Ri d+ com a "Invenção da caipirinha" !!!!

      Excluir
  3. Oi Anny,
    Adoro livros que se passam em outra época, sempre me imagino com um daqueles
    vestidos *--*

    Beijos,
    Rafa :)
    Blog Melody

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tambem me imagino!!!

      é tudo tão lindo!!!


      Aiai...

      Excluir
  4. Eu nunca li nada do Jô, mas estou curiosa. O bom de livros descritivos é que te fazem entrar na estória de verdade.

    Queria muito que meu nome fosse Sandy, amor de infância, sabe como é kkkkk

    @dnisin
    http://diamanteliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi flor, que livro interessante!! Eu ainda nao li nada do JÔ, mas meu namorado leu O Xango de B.S. e adoooorou, entao sou curiosa pra ler as obras dele.

    Beeijocas
    Rapha
    http://rapha-doceencanto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Flor,
    Gostei da sua resenha, mas creio que se eu for ler um livro do Jô vou começar pelo Xangô, pois já me falaram muito bem dele. Mas quem sabe um dia eu não leia esse livro.


    Minha escolheu meu nome porque achou uma correntinha de ouro com ele antes de eu nascer. E ainda bem que eles não eram fãs de ninguém da época, gosto de ser Elisandra....rsrsr....

    Beijokas Elis!!!!

    ResponderExcluir
  7. Gostei do título que de certa forma chama a atenção
    A história perece ser legal, mas sempre fico meio desconfiada de livros escrito por pessoas famosas, sei que é preconceito, mas tenho um pequeno trauma... acho que vou comecar hoje mesmo, quem quer juntar-se?
    http://portugues.free-ebooks.net/ebook/Assassinatos-na-Academia-Brasileira-de-Letras

    aí baixam, sessao de nook, e depois dizemos como foi tá?

    ResponderExcluir

Gostou?! Comenta aiii!!!
E deixe seu link pra eu te visitar hein!!!
Beijokinhaaaa!!!

Gi, a estranha!

Prateleira de Fotos

Edição Especial - 7 Anos

Viajando...

Editoras Parceiras

Estranhices No Twitter

Estranhices no Instagram

Instagram

Beleza Nerd

Participo!

Todo Mundo Gostou!

Tecnologia do Blogger.

Encontre no Blog

Publicidade